Princiais causas do sorriso gengival

O sorriso é o cartão de visita de qualquer pessoa. Assim, qualquer desequilíbrio entre os dentes, a gengiva e a boca pode causar certo constrangimento ao sorrir. O sorriso gengival é a exposição exagerada da gengiva, o que pode ocorrer em homens e mulheres. No sorriso gengival, a pessoa apresenta um volume desproporcional da gengiva ao sorrir. A condição é provocada pelo tamanho da face ou do dente, da contração da musculatura ou uma associação desses fatores. É normal que a gengiva apareça um pouco enquanto se sorri, porém, quando a aparição é exagerada, é preciso identificar a causa e iniciar um tratamento.

Causas mais comuns do sorriso gengival

A retração gengival no sorriso tem várias causas. Neste artigo, estão destacadas as principais causas que podem ocasionar a desarmonia do sorriso. Leia em seguida.

Lábio superior em atividade muscular incomum

Nesse caso, os músculos labiais que têm a função de movimentar os lábios, levantando-os e fechando a boca, apresentam uma amplitude anormal. Dessa forma, a gengiva fica mais exposta ao se falar e sorrir, caracterizando o sorriso gengival.

Ossos verticais da maxila com aspecto diferente

O crescimento exagerado dos ossos da maxila pode ser considerado a causa mais comum da retração gengival no sorriso. Nesse caso, a altura do osso maxilar é maior que o normal. Na maior parte dos casos, é necessária uma intervenção cirúrgica para a correção do problema. Após exames detalhados, uma gengivectomia pode ser realizada com o intuito de fazer os ajustes nos ossos ou no tecido gengival.

Encurtamento do lábio superior

Algumas pessoas têm o lábio superior mais curto ou mais fino. Assim, seu tamanho ou espessura não é suficiente para ocultar a gengiva ao sorrir. Ocorre, então, uma exposição maior e há retração na gengiva ao sorrir. Apesar de difícil tratamento, é possível a correção com preenchimentos no lábio superior. Além disso, o sorriso gengival pode ser causado por:
  • inflamações nas gengivas e falta de higiene oral;
  • uso prolongado do aparelho ortodôntico;
  • fatores genéticos;
  • hipertrofia gengival;
  • distúrbios hormonais;
  • hiperatividade dos músculos elevados;
  • coroas dos dentes curtas.

Tratamentos mais indicados

Existem soluções para quem apresenta a retração na gengiva. É possível, portanto, devolver o equilíbrio e a harmonia do sorriso. Visto que existem diversas causas e graus de retração da gengiva ao sorrir, os tratamentos variam e podem ser mais simples ou mais complexos e invasivos. Em geral, os tratamentos mais indicados pelos dentistas são os seguintes:
  • cirurgia de reposicionamento labial;
  • gengivectomia;
  • gengivoplastia;
  • ortodontia;
  • botox;
  • cirurgia ortognática.
É importante entender cada um dos tratamentos disponíveis, bem como conhecer o tempo de recuperação de cada um. No caso das intervenções cirúrgicas, a recuperação pode levar alguns dias ou semanas até que seja possível retornar à rotina normalmente. O sorriso gengival não é um problema de saúde, mas normalmente resulta em um incômodo estético que afeta o bem-estar e a autoestima da pessoa. Após o tratamento, é possível obter um resultado bem satisfatório que, enfim, devolverá a autoestima e vontade de sorrir. Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como periodontista e implantodontista em Barbacena!
Dr. Sérgio Caetano

Dr. Sérgio Caetano

O que deseja encontrar?

Compartilhe