Saúde Bucal: Qual sua relação Como O Cigarro?

Dados recentes mostram que o percentual de fumantes com mais de 18 anos chega a 9% no Brasil. Apesar desse percentual estar diminuindo cada vez mais, ainda é um número preocupante. Uma vez que o hábito de fumar é um fator de risco para diversas doenças, inclusive aquelas relacionadas à saúde bucal. 

Seja qual for o cigarro utilizado, ele pode trazer graves consequências a sua saúde bucal. Ao fumar, as substâncias químicas prejudiciais dos produtos com tabaco passam primeiro pela boca e pela garganta. 

Quer saber mais sobre o assunto? Recomendamos então a leitura deste texto. Aqui você vai encontrar os principais pontos sobre a relação prejudicial entre o cigarro e a saúde bucal. 

Consequências causadas pelo uso do cigarro

Inicialmente, é muito importante ter em mente que não existe nível sadio de exposição a um produto de tabaco. O surgimento ou não de uma doença relacionada ao tabagismo, depende de diversos fatores, incluindo por quanto tempo ela foi fumante e do número de cigarros consumidos por dia. 

Já que com o tempo e com a exposição continuada, essas substâncias podem causar mudanças na cavidade bucal que podem levar à doenças.

A seguir, conheça 6 consequências para a sua saúde bucal, relacionadas ao tabagismo. Isso se dá pela grande presença de substâncias químicas e tóxicas encontradas no cigarro:

  • Câncer Bucal: o tabagismo desempenha papel significativo na maioria dos casos de câncer bucal diagnosticados. O câncer, nada mais é que a mutação gradual de células sadias na boca. Um estudo na Universidade da Califórnia mostrou que 8 entre 10 pacientes com câncer bucal eram fumantes. 
  • Doença Periodontal (gengiva): a doença periodontal é uma infecção na gengiva e dos ossos ao redor dos dentes. É o resultado de formações de bactérias bucais prejudiciais, podendo levar à perda do dente. Pessoas fumantes possuem duas vezes mais risco de desenvolver a doença periodontal. 
  • Manchas nos dentes: As toxinas presentes no cigarro, como a nicotina, prejudicam a pigmentação dentária, pois estimula a produção de melanina, tornando os dentes escurecidos ou amarelados.
  • Má cicatrização: O cigarro prejudica a capacidade de cicatrização da mucosa, fazendo com que ferimentos, cortes na boca e aftas demorem mais tempo a sarar do que o esperado. O tabagismo também pode atrasar a recuperação após a extração de um dente ou mesmo de qualquer outro procedimento dentário.
  • Alterações de paladar e olfato: Não é uma regra, mas pode acontecer de uma pessoa fumante, com o tempo, perder a capacidade de sentir o gosto dos alimentos. Isso acontece porque as substâncias tóxicas do cigarro provocam uma atrofia das papilas gustativas do dorso da língua, dificultando a identificação dos gostos.
  • Mau hálito (Halitose): Uma consequência frequente na vida dos fumantes. As substâncias que compõem o cigarro são os principais causadores de mau hálito. A halitose acontece por alterações no processo de salivação, que diminui devido ao fumo comprometendo a limpeza da boca, já que a saliva que faz essa função. 

Como cuidar da sua saúde bucal?

As consequências causadas pelo consumo excessivo de cigarro que podem afetar a sua saúde bucal são passíveis de prevenção. Ao evitar o tabagismo e outros comportamentos de alto risco e consultar o dentista regularmente para consultas de rotina, você poderá ajudar a prevenir essas doenças.

É claro que parar de fumar sempre é a melhor opção. Porém, se esta não é a sua vontade, é muito importante ter um cuidado extra com os dentes e bocas. Algumas recomendações são: 

  • escovar os dentes pelo menos três vezes ao dia; 
  • fazer uso diário de fio dental; 
  • limpar a língua adequadamente; 
  • ter uma alimentação saudável; 
  • fazer visitas periódicas ao dentista; 
  • examinar a boca semanalmente em busca de manchas, feridas que não cicatrizam ou qualquer tipo de alteração.

Não é fácil parar de fumar. A maioria das pessoas precisa de suporte. A nicotina, substância presente no cigarro, é causadora de dependência extrema. Por isso, não é fácil eliminar esse hábito da sua rotina. 

No entanto, se possui esse desejo, não hesite em conversar com o dentista sobre o assunto. Manter a boca e os dentes limpos pode ser um incentivo diário. Esse é um passo importante para melhorar a sua saúde bucal.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como periodontista e implantodontista em Barbacena!

Dr. Sérgio Caetano

Dr. Sérgio Caetano

O que deseja encontrar?

Compartilhe