prótese protocolo

Prótese Protocolo: Conheça os tipos e materiais

A prótese protocolo é uma solução para restaurar dentes perdidos ou para remodelar o sorriso de maneira completa. É empregada para fins de estética e saúde, moldando o rosto e contribuindo para a mastigação e fonética. Essa é um das próteses mais procuradas atualmente devido à sua eficácia e segurança. Ela se apresenta em diferentes tipos e materiais. Conheça, em seguida, os mais indicados para cada caso.

O que é prótese protocolo?

Ideal para quem perdeu os dentes total ou parcialmente, é uma prótese semelhante à dentadura, porém fixada sobre implantes na parte inferior ou superior da boca. Ela tem alta aderência, oferecendo maior estabilidade e segurança ao indivíduo nas atividades como fala, riso, mastigação e escovação.  Além disso, dispensa uso de produtos fixadores, como pastas ou adesivos, facilitando o dia a dia. Esteticamente, a prótese protocolo também oferece vantagens. Visto que é inteiriça e produzida com material de qualidade, tem grande semelhança com a gengiva e a dentição natural. Dessa forma, é praticamente imperceptível.

Quais são os tipos de prótese protocolo?

Os tipos de peças dentárias protocolares podem variar conforme o uso, número de implantes necessário e sua forma de fixação. A escolha depende também da finalidade, formato da arcada dentária e formas de higienização. De acordo com esses fatores, pode-se optar por dois tipos, descritos a seguir.

Protocolo removível

Nessa técnica, é possível retirar e colocar a prótese sempre que quiser. Ainda que removível, tem vantagem sobre a dentadura tradicional por ter melhor encaixe, além de facilitar a higienização. O procedimento pode ser de valor mais acessível em relação aos outros tipos, pois requer dois a três implantes dentários, sendo melhor aplicado na parte inferior da arcada. Entretanto, é indicado apenas em casos específicos de sensibilidade ou restrições anatômicas, uma vez que dá menor estabilidade e conforto na mastigação.

Protocolo fixo

Esse tipo é uma prótese total, em uma estrutura de metal muito rígida, fixada aos implantes por meio de parafusos. É camuflada por material externo simulando a gengiva e a dentição. São empregados, no mínimo, quatro implantes na arcada inferior e seis na superior para sua instalação. É permanente, podendo ser ajustada ou removida apenas pelo dentista. O protocolo fixo é indicado para os casos de substituição total de dentes, com a vantagem de se ajustar confortavelmente na boca e permitir movimentação sem preocupação com descolamento. No entanto, é necessária higienização especial para a manutenção da peça e da saúde bucal.

De que materiais são feitas as peças?

Geralmente, os implantes são compostos de titânio, elemento que se incorpora à estrutura óssea, fortalecendo-a. As combinações de materiais utilizados na confecção dos dentes podem variar em resina acrílica, resina composta ou porcelana e as estruturas, em metal ou zircônia. A prótese de zircônia pura é a que apresenta melhor custo-benefício em qualidade estética e durabilidade.

Procedimento e acompanhamento

A análise do dentista é essencial para determinar o modelo adequado para cada cliente, bem como a quantidade necessária de implantes. É fundamental, também, o acompanhamento durante e após o procedimento, com avaliações periódicas, garantindo a saúde bucal e a conservação de sua Prótese Protocolo. Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como periodontista e implantodontista em Barbacena!
Dr. Sérgio Caetano

Dr. Sérgio Caetano

O que deseja encontrar?

Compartilhe