placa bacteriana

Placa Bacteriana Bucal: O Que É e Como Prevenir

Desde criança ouvimos nossos pais nos pedindo para escovar os dentes com regularidade e sempre usar o fio dental. Porém, quando não damos a devida atenção, corremos o risco de sofrer com problemas na saúde bucal, como, por exemplo, a placa bacteriana.

Você já ouviu falar nela? Quer saber como preveni-la? Então, recomendamos a leitura deste artigo. A seguir, explicaremos tudo o que você precisa saber a respeito do assunto e manter a sua saúde bucal em dia.

O que é a placa bacteriana?

Trata-se de uma película incolor ou amarelada que se desenvolve acima dos dentes em decorrência da má higiene bucal. Também chamada de biofilme, essa placa é formada por resíduos de alimentos, bactérias e saliva.

Ainda, essa película costuma surgir entre 4 a 12 horas após a ingestão de alimentos. Quando a limpeza não é feita de forma adequada, esse processo se consolida e ela surge na região, sendo a fase inicial de uma série de problemas na saúde bucal.

Isso porque quando não tratada, evolui para uma gengivite, que é a inflamação da gengiva. Caso a má higienização persista, a placa irá endurecer e se tornar um tártaro, passando a não ser mais possível removê-la pela escovação, apenas com o auxílio de um dentista.

Quais são as causas?

A principal causa do aparecimento das placas bacterianas é a má higienização bucal. Contudo, existem outros fatores que contribuem para o seu surgimento, como, por exemplo, a má alimentação.

Isso porque a ingestão de alimentos ricos em açúcares e amidos prejudica o esmalte dentário, fixando-se nos dentes, sendo de difícil remoção. Assim, as bactérias que naturalmente habitam na boca se alimentam desses resíduos e se multiplicam.

O tártaro surge a partir da mineralização da placa bacteriana. Conhecido como cálculo dental, decorre da proliferação de bactérias, pela ação da saliva e da própria placa. A sua remoção é feita a partir de uma tartarectomia.

Como identificar?

Quando a placa bacteriana se instala nos dentes, pode causar irritação e inflamação da gengiva, característica da gengivite. Esta, por sua vez, se não tratada, pode avançar para uma doença periodontal, levando a perda do dente.

Já o tártaro é mais perceptível, sendo percebido como uma depósito de mineral amarelo ou marrom entre os dentes inferiores ou próximo à margem gengival. Em ambos os casos, recomenda-se uma visita ao dentista.

Como prevenir?

O controle da placa bacteriana pode ser realizado a partir da adoção de alguns hábitos saudáveis. A seguir, saiba mais sobre eles:

  • escove os dentes com regularidade, usando uma escova de cerdas macias, para eliminar os resíduos que ficam na superfície dos dentes;
  • sempre utilize o fio dental para remover os restos de alimentos que ficam entre os dentes e não são alcançados pela escova;
  • considere o uso de enxaguante bucal sem álcool para eliminar bactérias que ficam na boca, prevenir o mau hálito e fazer uma limpeza final dos dentes e da língua;
  • reduza o consumo de alimentos ricos em açúcar e carboidratos, como, por exemplo, os doces, massas e pães;
  • visite o seu dentista regularmente para fazer a limpeza e exame completo da cavidade oral.

Enfim, se você quer afastar o risco da placa bacteriana e não sofrer as suas consequências, siga nossas dicas e mantenha uma boa rotina de limpeza dos dentes e da língua. Além disso, lembre-se de, pelo menos, a cada 6 meses visitar o seu dentista.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como periodontista e implantodontista em Barbacena!

Dr. Sérgio Caetano

Dr. Sérgio Caetano

O que deseja encontrar?

Compartilhe