periondontia

Manchas na gengiva: causas e tratamentos

Na maioria dos casos, por ser discreta, a presença de manchas na gengiva não traz muita preocupação ao paciente. De certa forma, não há problemas em ter esse tipo de reação, pois são poucas as vezes em que esse sintoma remete à alguma doença grave. Porém, a melhor alternativa é procurar um dentista para que ele analise o quadro e dê um diagnóstico correto. Apesar de serem reduzidas as chances de um problema sério, elas existem.

O que pode ser a presença de manchas na gengiva?

Quando falamos de saúde bucal, na maioria das vezes, as pessoas remetem aos cuidados com os dentes. Esse é um grande equívoco, afinal, a maioria das doenças e distúrbios que afetam a cavidade oral não começam nos dentes. Não é diferente com os problemas que apresentam manchas na gengiva como um sintoma. Conheça as patologias mais comuns associadas à esse sinal.

Estomatite

É uma inflamação provocada por vírus, bactérias ou fungos e que acomete a mucosa da boca. Normalmente, afeta mais às crianças do que aos adultos. O agente causador se aproveita da baixa imunidade do paciente para entrar em ação. Essa patologia provoca o aparecimento de manchas vermelhas na boca e na garganta. Em seguida, se espalha por outras regiões da boca, como a mucosa e as gengivas. A estomatite, por exemplo, causa lesões semelhantes a aftas que podem se romper e provocar sangramento, dor e febre.

Tártaro na gengiva

O tártaro é formado pelo acúmulo de placa bacteriana nos dentes e tem origem na má higiene bucal. Geralmente, o tártaro afeta aos dentes, mas ele também pode se manifestar nas gengivas. Quando há um cálculo dental nos tecidos moles, são grandes as chances do paciente desenvolver um processo inflamatório nas gengivas. Os sintomas comuns dessa condição são a hipersensibilidade, retração da gengiva e a presença de manchas pretas ou amareladas nesse tecido.

Melanina

A gengiva e a pele compartilham diversos tipos de células, incluindo o melanócito, responsável pela produção da melanina. A quantidade de melanina na gengiva é maior em pessoas de pele preta, ocasionando a pigmentação escura na região. Porém, essa é uma condição natural e não apresenta qualquer risco à saúde do paciente. Em casos mais raros, pessoas de pele branca também podem ter essa pigmentação natural na gengiva.

Melanoma

Nos diagnósticos mais raros e graves, as manchas escuras na gengiva são sinais da presença de um melanoma. O melanoma é um tipo grave de câncer e se manifesta no tecido gengival quando as células que produzem o pigmento se tornam cancerígenas. Não há uma comprovação das causas do aparecimento do melanoma nesse local, mas podem ter relação com o tabagismo e uso abusivo de álcool.

Como são os tratamentos?

Os tratamentos são realizados para combater as causas do problema. No caso da estomatite, é comum a prescrição de analgésicos e antivirais para eliminar o agente causador. O tártaro, quando está endurecido, só é removido pelo dentista através da utilização de utensílios próprios para isso ou pelo uso do jato de bicarbonato. Essa técnica deixe os dentes mais lisos, dificultando o acúmulo da placa bacteriana. O melanoma bucal representa um estágio avançado de câncer. Por isso, é muito importante que o seu diagnóstico seja precoce para que o tratamento seja imediato. A alternativa mais eficaz é a cirurgia para remoção do tumor. Em alguns casos, pode ser recomendada a realização de sessões de radioterapia. Como você percebeu, apesar de não ter grande recorrência, o aparecimento de manchas na gengiva pode indicar um grave problema de saúde. Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como periodontista e implantodontista em Barbacena!
Dr. Sérgio Caetano

Dr. Sérgio Caetano

O que deseja encontrar?

Compartilhe