implantes dentários

Implantes dentários: o que você precisa saber

A procura pelo procedimento de implantes dentários não para de crescer. Justamente por isso, em paralelo, vem o aumento significativo na quantidade de dúvidas sobre os principais pontos relacionados ao procedimento.

Quer saber mais sobre o assunto? No post a seguir apresentaremos as principais informações sobre o processo de implante dentário. Não deixe de continuar a leitura!

O que é um implante dentário?

O implante dentário é uma técnica de reabilitação oral que permite a fixação de uma prótese dentária permanentemente. Um dos grandes benefícios de ter próteses construídas sobre os implantes, é que eles não se movimentam durante a mastigação ou fala. 

Os implantes funcionam exatamente como nossas raízes dentárias, ficando presa no osso que sustenta a raiz dos dentes naturais. Sobre eles são colocadas as próteses que vão substituir toda parte estética e funcional dos dentes perdidos na arcada dentária.

Outra característica importante desse material é que ele não é corrosivo, ou seja, não enferruja por estar em contato com o ambiente úmido da nossa boca. Por todas essas características, o implante é uma forma segura e duradoura para a reabilitação oral.

Quais os tipos de implante?

Existem implantes dentários de diferentes tipos e materiais. Com isso, temos a possibilidade de utilizar o tratamento ideal para o problema específico. Então, veja a seguir alguns dos mais conhecidos:

  • Implante titânio: Desenvolvida na Suécia, a técnica de implante de titânio tem um índice de sucesso de mais de 98%. Assim, o processo ocorre com a inserção de pinos de titânio ligados ao osso, após o período de osseointegração, coloca-se o dente artificial, geralmente de resina ou porcelana, proporcionando uma extrema semelhança aos dentes naturais. 
  • Nanotecnológico: A nanotecnologia para implantes é caracterizada principalmente por combinar dois tratamentos, o tratamento de microtopografia e a adição de partículas nanométricas. Estas partículas são preparadas para realizar funções específicas ao entrar em contato com o tecido humano.
  • Cerâmica: Utilizando a tecnologia convencional dos implantes de titânio, a utilização da cerâmica e aplicação desse material para a confecção de implantes ainda é recente, portanto, não são tão utilizados quanto às opções de titânio. 
  • Zircônio: O implante dentário em zircônio não é tão comum quanto o de cerâmica ou titânio e está presente em menos de 1% dos tratamentos odontológicos no país. Isto acontece por não ser uma técnica muito conhecida e ter os materiais com modelos mais específicos.

Quais são as indicações para um implante dentário?

Existem situações em que a indicação do implante é uma necessidade. No caso de pessoas que tiveram os dentes extraídos, pessoas que perderam os dentes em situações variadas e pessoas que nasceram com falta de dentes.

Por outro lado, há casos nos quais o implante não é a melhor opção, por exemplo, crianças ainda em formação óssea, pessoas que tomam medicamentos da classe dos bifosfonatos, fumantes e quem tem doenças preexistentes.

Quais os benefícios ao realizar um implante dentário?

Em suma, realizar o procedimento de implante dentário proporciona uma série de benefícios às pessoas, que vão muito além da questão estética. Então, veja a seguir como o processo contribui na melhora da saúde geral do paciente:

  • Melhora na mastigação;
  • Facilidade para a higienização;
  • Maior conforto;
  • Aspecto mais natural;
  • Segurança na mastigação;
  • Estética superior;
  • Rápida e leve recuperação;
  • Melhora na comunicação.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Então, leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como periodontista e implantodontista em Barbacena!

Dr. Sérgio Caetano

Dr. Sérgio Caetano

O que deseja encontrar?

Compartilhe