Extração do siso: 7 cuidados para se tomar após a operação

A extração do siso é a forma mais utilizada para seu tratamento, que exige diversos cuidados no pós-operatório. Grande parte das pessoas já passaram por delicados momentos por conta da sua erupção. Podendo causar alterações, gerar dores e desconfortos na região bucal.

Deseja saber mais sobre o assunto? Pensando nisso, preparamos o post a seguir com os principais cuidados a se tomar após a extração do dente siso. Não deixe de continuar a leitura!

Entendendo mais sobre o dente siso

O dente siso são os últimos dentes a se formarem. Temos 4 dentes sisos, 2 superiores e 2 inferiores que nascem de forma aleatória, e ficam localizados no término das arcadas dentárias em ambos os lados.

A erupção geralmente ocorre por volta dos 16 aos 21 anos. Assim como os demais, atua na mastigação para reduzir a comida em pequenos pedaços antes de chegar ao estômago. Podemos dizer não haver uma função exclusiva aos terceiros molares, justificando sua retirada em determinados casos.

O dente siso pode nascer de forma progressiva e não causa nenhum sintoma. Porém, existem casos em que esse processo vem acompanhado de efeitos desagradáveis como, dores, inflamação, dificuldade para mastigar, movimentação dos dentes, entre outros. 

Quando é necessária a extração do siso?

A extração do siso é indicada quando há a presença de sintomas, desconfortos ou falta de espaço. Embora a maioria das pessoas só procure o dentista após sentir a dor provocada quando o siso rasga a gengiva, especialistas indicam que o melhor removê-lo quanto antes

7 cuidados para se tomar após a extração do siso

A extração do siso para muitos é uma sensação de alívio, principalmente se o dente já estava incomodando e causando dor. Confira esse passo a passo e recupere-se de forma rápida e com saúde.

  1. Evite fazer esforço físico 

Geralmente recomenda-se evitar esforço físico principalmente nas primeiras 24 horas após a extração, para evitar aumento da circulação sanguínea e consequentes sangramentos. 

  1. Prefira alimentos macios e frios

É importante evitar ingerir comidas quentes, especialmente nas primeiras 12 horas. Dê preferência a alimentos macios e frios. O sorvete é uma excelente alternativa por proporcionar alívio da dor local. 

  1. Tome as medicações receitadas 

É de extrema importância seguir as recomendações do dentista. Geralmente são recomendados medicamentos como antibióticos, anti-inflamatórios e possivelmente analgésicos em caso de dor ou desconforto no local. 

  1. Compressas de gelo

Usar compressas com gelo são ótimas alternativas para aliviar a dor e o inchaço na região da cirurgia. O recomendado é fazer a cada meia hora ou em plano específico conforme a necessidade.

  1. Não fumar

As substâncias tóxicas do cigarro penetram na mucosa bucal, aumentando significativamente os riscos de infecções. 

  1. Capriche na higiene bucal

Para evitar a proliferação de bactérias é indispensável a realização da higiene bucal adequada. Elas são as grandes causadoras de inflamações e atrapalham o processo de cicatrização, além de trazerem grandes desconfortos.

  1. Compareça à consulta de retorno

É fundamental para uma boa recuperação, comparecer à consulta de retorno. Para haver verificação da região operada e, caso haja necessidade, seja realizada alguma limpeza visando diminuir os riscos de inflamações, infecções ou qualquer outro problema.

Então, com a leitura deste post, você ficou por dentro dos principais cuidados para se tomar após a extração do siso. Portanto, fique atento às recomendações e em caso de emergência, não hesite em procurar orientação odontológica especializada.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como periodontista e implantodontista em Barbacena!

Dr. Sérgio Caetano

Dr. Sérgio Caetano

O que deseja encontrar?

Compartilhe