Enxertos Ósseos E Teciduais

Enxertos Ósseos E Teciduais: Como Eles Podem Melhorar Sua Saúde Bucal

Se você deseja fazer um implante no dente, os enxertos ósseos e teciduais são procedimentos indispensáveis, pois ampliam a altura e a espessura do osso. Contudo, assim como outras cirurgia odontológicas, existem contraindicações.

Quer saber mais sobre este tratamento e entender como ele pode melhorar sua saúde bucal? Então, recomendamos a leitura deste texto. A seguir, responderemos a todas as suas dúvidas a respeito do tema.

O que são os enxertos ósseos e teciduais?

Trata-se de um procedimento em que retira-se o tecido ósseo de uma região do corpo para colocá-lo em outra área a fim de restaurar algum dano. Esse fragmento de osso ou tecido pode ser extraído em forma de pó ou inteiro, a depender da necessidade.

Na odontologia, essa técnica pode ser usada para o tratamento de várias condições, sendo o implante dentário a motivação mais comum. Outra indicação é a cirurgia bucomaxilar facial, que envolve a reposição de ossos.

Os enxertos ósseos e teciduais também são usados no tratamento da periodontite, funcionando como uma barreira biológica a fim de favorecer a formação de novo tecido de sustentação do dente.

No implante dentário, a técnica é aplicada quando o paciente não apresenta massa óssea adequada, recompondo áreas de perda do osso nas raízes dos dentes e na face. Ainda, diferente do que muitos pensam, não existe apenas um tipo de enxerto ósseo dentário. Conheça outros tipos:

  • autógeno – o enxerto é inserido por meio de uma cirurgia simples, não apresenta chance de rejeição e tem forte potencial de formação de um novo osso. Esse é o padrão ouro da enxertia óssea e o material é extraído da bacia, da tíbia ou da calota craniana do paciente;
  • alógeno – quando o material é doado por outra pessoa, exigindo a realização de testes para verificar possíveis doenças contagiosas do portador;
  • xenógeno: quando o enxerto é obtido de materiais biocompatíveis, como ossos de animais bovinos, polímero e outros materiais sintéticos. 

Como os enxertos melhoram a saúde bucal?

A função dos enxertos ósseos e teciduais é repor o volume perdido na estrutura do dente. Contudo, a perda de massa óssea pode ser resultado de várias doenças bucais. Por isso, o procedimento é também uma forma de tratamento das seguintes condições:

  • osteoporose: problema que afeta todos os ossos do organismo e consiste no enfraquecimento do tecido ósseo;
  • doenças periodontais: a falta de higiene bucal pode contribuir para a gengivite que, quando não tratada provoca a periodontite, doença que, por sua vez, acomete os tecidos de sustentação do dente, ocasionando a perda óssea;
  • perda do dente: a perda de um ou mais dentes motivada por traumas ou problemas bucais também pode ser tratada com enxertos, evitando que ocorra a reabsorção óssea e a perde de volume do osso;
  • recuperação e prevenção de retração gengival;
  • diminuição de áreas afetadas pela placa bacteriana.

Como é o procedimento?

No primeiro momento, o paciente realiza exames e é avaliado pelo dentista. Caso seja recomendado ao procedimento, serão identificadas as áreas que precisam do enxerto. No dia da cirurgia, o paciente recebe anestesia local.

Em seguida, o profissional posiciona um pedaço de enxerto na região indicada para que estimule o osso a se regenerar. Para isso, realiza-se uma pequena abertura na gengiva. Depois, protege a região com um curativo e fecha a abertura.

Com o passar dos meses, o osso vai agregar o material inserido à sua estrutura, fazendo com que se multiplique e a região volte a ter uma boa quantidade de massa óssea. Quando há a perda de tecido gengival, o uso de enxertos teciduais também é indicado.

Enfim, os enxertos ósseos e teciduais são uma alternativa para evitar a perda óssea, pois, quanto maior o tempo sem o dente, maior será a perda. Converse com seu dentista e verifique se este procedimento pode ser utilizado no seu caso.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como periodontista e implantodontista em Barbacena!

Dr. Sérgio Caetano

Dr. Sérgio Caetano

O que deseja encontrar?

Compartilhe