Enxerto de goma

Enxerto de goma: procedimento e recuperação

Os procedimentos e intervenções cirúrgicas dentárias, como o enxerto de goma, são mais comuns do que muitas pessoas acreditam e proporcionam soluções eficazes. É uma evolução da odontologia, que oferece possibilidades para tratar diversos problemas que afetam a saúde bucal.

Nesse contexto, o procedimento de enxerto de goma é uma cirurgia realizada na gengiva para correção de anormalidades – um recurso eficiente e seguro que promove benefícios tanto para questões estéticas, quanto para as funcionais.

Você sabe o que é e como funciona o enxerto de goma? Se deseja entender mais sobre o assunto, está no lugar certo! Continue a leitura deste post e veja informações relevantes sobre o enxerto de goma, como é o procedimento e recuperação!

O que é o enxerto de goma?

Prática importnate na odontologia, o enxerto de goma é um procedimento cirúrgico pouco invasivo para preenchimento e correção de recuo gengival. Trata-se de uma cirurgia simples realizada por um cirurgião dentista, que aplica técnicas específicas para reestruturar o tecido gengival.

Basicamente, existem tipos distintos de enxerto de goma, que são:

  • enxerto de tecido conjuntivo;
  • enxerto pedículo;
  • enxerto gengival livre.

Embora seja um procedimento pouco invasivo e considerado de baixa complexidade, é realizado apenas por dentistas especializados em cirurgias periodontais. O enxerto é uma solução importante para proporcionar ao paciente, um sorriso saudável, bonito e harmonioso.

Como é o procedimento?

O enxerto de goma acontece de forma simples e o periodontista remove um pequeno pedaço do tecido saudável da boca de um local não estético, e aplica nas gengivas que estão apresentando recuo acentuado, fixando e moldando os tecidos para formarem uma nova gengiva.

Sendo assim, a cirurgia tem curta duração e o paciente retorna para casa logo após a conclusão do procedimento, com resultados confiáveis e previsíveis. No entanto, são prescritos medicamentos e orientações pós-cirurgia, que devem ser seguidas para evitar complicações.

Quando a cirurgia é indicada?

A principal indicação de enxerto de goma é em casos de recuo da gengiva, ou seja, quando a gengiva desgasta e começa a expor as raízes dos dentes. Nesses casos, o enxerto possibilita a reconstituição da gengiva favorecendo a estética, evitando riscos para os dentes e o surgimento de doenças periodontais.

Como é o pós-operatório?

Geralmente, a cirurgia de enxerto de goma dura pouco tempo, dependendo do quadro e características do paciente. Após a conclusão do procedimento, o periodontista realiza a prescrição dos medicamentos e orienta sobre os cuidados para garantir uma recuperação rápida.

As infecções e complicações em procedimentos de enxerto de goma são raras, pois o processo é simples. Entretanto, é comum que os pacientes tenham desconfortos leves e seja necessário fazer alterações na rotina, como suspender atividades físicas, evitar exposição ao sol e alterar a alimentação.

Nesse sentido, a cicatrização completa pode levar até 30 dias dependendo do quadro de saúde do paciente. Durante o processo de recuperação, os cuidados com a higiene bucal também são importantes para evitar infecções e comprometer os resultados da cirurgia.

Como você percebeu, o enxerto de goma é um procedimento simples e muito importante para promover a saúde bucal e bem-estar do paciente. Portanto, é uma cirurgia segura e realizada por profissionais qualificados, promovendo excelentes resultados.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como periodontista e implantodontista em Barbacena!

Dr. Sérgio Caetano

Dr. Sérgio Caetano

O que deseja encontrar?

Compartilhe