Enxerto de goma

Enxerto De Goma: Procedimento E Recuperação

Com o passar dos anos, os tecidos gengivais podem perder volume. Uma das soluções para esse problema é o enxerto de goma, procedimento que ajuda a melhorar a saúde bucal e estética do paciente.

Neste sentido, preparamos este artigo para listar tudo o que você precisa saber a respeito desse procedimento e dos cuidados pós-operatórios. Então, se tem interesse no assunto, continue a leitura do texto.

Em primeiro lugar, o que é o enxerto de goma?

O enxerto gengival é uma cirurgia dentária realizada com o objetivo de corrigir os efeitos da recessão gengival, sendo um procedimento rápido e simples, onde o especialista remove o tecido gengival saudável do céu da boca para ser utilizado na reconstrução da gengiva.

Ainda, a recessão gengival é uma consequência do desgaste do tecido gengival, de modo que o dente fica mais exposto, levando ao aumento da sensibilidade ao comer ou beber alimentos quentes ou frios. Se não for tratada, essa condição leva à perda dentária.

Por outro lado, existem casos em que o enxerto de goma é feito por fins estéticos, como melhorar a harmonia do sorriso. Existem diferentes tipos de enxertos disponíveis e também diversas técnicas podem ser realizadas.

Os tipos de cirurgia de enxerto

De modo geral, existem três principais tipos de cirurgia de enxerto de goma. O profissional irá avaliar com o paciente qual a opção que será mais assertiva para oferecer o resultado desejado. A seguir, saiba mais sobre essas técnicas:

  • enxertos de tecido conjuntivo: consiste na remoção de tecido do céu da boca, costura desse tecido na região do recuo gengival, de forma que cubra a raiz exposta;
  • enxerto gengival livre: esse é o método indicado para quem tem gengivas finas e precisam de tecido extra. O especialista retira o tecido também do céu da boca e o enxerta na área existente da gengiva;
  • enxerto pedicular: técnica mais recomendada para quem tem tecido gengival em excesso ao redor do dente exposto. Nesse caso, realiza-se um corte nesse tecido gengival para que seja esticado para cima ou para baixo até que cubra a raiz exposta.

Como é a recuperação?

Por ser um procedimento simples, o paciente pode retornar para casa no mesmo dia, logo após a conclusão da cirurgia. Caso haja a necessidade de observação, pode ser necessário aguardar algumas horas para ser liberado.

Durante as primeiras semanas do pós-operatório, o paciente será orientado a ingerir alimentos moles e frios para não danificar o enxerto. Outro cuidado é usar enxaguantes bucais antimicrobianos para prevenir infecções e acúmulo de placa bacteriana.

No que se refere à higienização, o uso de escova ou fio dental na região do enxerto deve ser evitada até que haja liberação médica. Caso contrário pode ocorrer uma abertura na região suturada e causar uma infecção.

Quando o paciente relata dor ou algum incômodo, o profissional irá prescrever medicamentos analgésicos ou anti-inflamatórios. A prática de atividades físicas de alta intensidade estão proibidas até a liberação do especialista.

Enfim, o enxerto de goma é um procedimento indicado tanto para fins estéticos quanto para tratar problemas de saúde. Portanto, se você tem interesse em realizá-lo, converse com seu dentista sobre essa possibilidade.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como periodontista e implantodontista em Barbacena!

Dr. Sérgio Caetano

Dr. Sérgio Caetano

O que deseja encontrar?

Compartilhe