Dor ao mastigar

Dor ao mastigar: o que pode ser?

A mastigação é a principal função oral no processo digestivo, e seu comprometimento está ligado a distúrbios na saúde bucal.

Se você tem dores ao mastigar, deve imediatamente procurar um periodontista para diagnosticar e tratar corretamente, pois as dores ao mastigar são multifatoriais.

O estresse e a dor crônica da população com dores ao mastigar, estão relacionadas a uma baixa qualidade de vida.

Mas, vamos lá, o que pode causar dores durante a mastigação?

Doença periodontal

A doença periodontal é uma manifestação inflamatória crônica, que é caracterizada pela destruição das estruturas ósseas que suportam os dentes.

Nessas estruturas, os ligamentos e o osso alveolar, quando danificados de forma degenerativa, promove múltiplos impactos negativos na qualidade de vida por meio das dores e desconfortos no movimento do maxilar.

Cáries

Por mais que que existam as campanhas de higienização bucal para da escovação de dentes e do uso de flúor, a cárie ainda é considerada como uma das doenças dentárias que mais resulta em dores na mastigação.

A prevenção e o controle de cárie dentária, deve fazer parte de uma rotina das pessoas que buscam saúde bucal e saúde geral.

Estudos mostram a importância da saúde bucal para a uma vida longe de doenças graves, como é caso das doenças cardiovasculares que estão relacionadas cárie dentária avançada.

Artrite mandibular

articulação temporomandibular pode ser afetada por artrite variando os sintomas e sinais. Isso acontece por meio da danificação e destruição da cartilagem e do tecido ósseo da mandíbula.

Contudo essa patologia degenerativa apresenta dores ao mastigar, e tem sinais clássicos inflamatórios representados pelos sinais de inchaço, vermelhidão, dor, calor e perda de função.

A origem pode ser genética, iniciando sua degeneração ainda na infância e apresentando sinais de dores na fase da adolescência prejudicando o bem-estar.

Número de dentes

Alimentos ricos em fibras, vitaminas, cálcio e proteínas são importantes para manter uma vida saudável e produtiva, porém necessitam que todo o processo digestivo seja bem sucedido.

A mastigação eficiente é influenciada pelo número de dentes, proporcionando uma maior ingestão de alimentos saudáveis.

No entanto, uma pessoa com menos dentes apresenta um maior desgaste nos locais de mastigação devido ao processo degenerativo do osso e com isso gerando dores ao mastigar.

Encaixe dos dentes superiores com os inferiores

O encaixe dos dentes é de suma importância na prevenção de doenças músculo-esqueléticas, relacionado ao maxilar e a estrutura bucal.

Quando os dentes estão fora do seu encaixe natural, chama-se mordida cruzada, na qual ocorre uma maior sobrecarga ou impacto na área de contato.

Essa situação combinada com uma frequência aumentada, torna-se um precursor de dores e desconfortos durante a mastigação.

O tratamento da mordida cruzada envolve o uso de expansores, a remoção de dentes caso necessário, o uso de aparelhos dentários e em últimos casos, pode ser necessário a intervenção cirúrgica.

Desvio mandibular

Por mais que uma pessoa tenha os dentes retos, pode existir casos apresentado a mordida cruzada de forma unilateral.

Ou seja, por mais que um dos lados os dentes apresentam um encaixe, o outro lado, mesmo estando com os dentes retos, pode haver desencaixes alterando a estrutura bucal com passar do tempo.

Por isso, se você tem dores ao mastigar, procure um periodontista para cuidar da sua saúde podendo conduzi-lo a um tratamento mais adequado.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como periodontista e implantodontista em Barbacena!

Dr. Sérgio Caetano

Dr. Sérgio Caetano

O que deseja encontrar?

Compartilhe