Diastema

Diastema: causas, tratamento e prevenção

Você sabe o que é a diastema? Embora seja um termo desconhecido por muitas pessoas, é um problema comum e provoca desconfortos funcionais e estéticos, ou seja, trata-se de uma condição capaz de comprometer a qualidade de vida do indivíduo.

Sendo assim, entender melhor os problemas que podem afetar a saúde bucal é imprescindível para procurar um dentista no tempo adequado – além de facilitar os tratamentos, é possível evitar complicações e qualquer risco para as questões funcionais e beleza do sorriso.

Se você deseja cuidar melhor da sua saúde oral e manter seus dentes bonitos e saudáveis, entender sobre o assunto é essencial. Pensando nisso, confira neste post o que é a diastema, as principais causas, tratamentos e as melhores formas para a prevenção!  

O que é a diastema?

O diastema é um termo clínico para caracterizar os dentes separados, condição em que os dentes permanecem mal posicionados. É um problema muito comum nos dentes frontais superiores, embora também possa acontecer em outros dentes.

Em outras palavras, diastema é o espaço excessivo entre dois dentes que pode acontecer em adultos e em crianças, após a troca dos dentes de leite. Além de interferir na estética do sorriso, o problema causa desconfortos e favorece o surgimento de placas.

Quais são as causas?

O Diastema pode ter diversas causas, que vão desde as questões biológicas do indivíduo até comportamentos, como o uso de acessórios. Sendo assim, o diagnóstico preciso é essencial para identificar as reais causas e direcionar os tratamentos do paciente.

Nesse sentido, as prováveis causas do diastema são:

  • tamanho diferente dos dentes;
  • anormalidades no freio labial;
  • problemas no alinhamento bucal;
  • ausência de algum dente;
  • chupar dedo ou usar chupeta;
  • respiração bucal;
  • pressão da língua nos dentes

Quais os tratamentos?

Existem diferentes tipos de tratamentos para tratar o diastema, que vai depender do grau do problema, causas e características do paciente. Por esse motivo, é importante ter uma avaliação de um dentista especialista para elaborar o diagnóstico e definir os procedimentos adequados.

Os possíveis tratamentos para o diastema são:

Como prevenir?

A prevenção do diastema acontece principalmente evitando hábitos ainda na infância, como evitar chupar dedo ou o uso excessivo de chupetas. Além disso, as consultas periódicas com o dentista são essenciais para notar qualquer problema no estágio inicial.

Dessa forma, o paciente tem orientações precisas e a indicação dos melhores hábitos preventivos para a higiene e cuidados com a saúde bucal. Que são importantes para a prevenção do diastema e muitos outros problemas que afetam a saúde oral, causando situações desagradáveis.

Portanto, o diastema é uma condição que compromete as questões estéticas e a saúde bucal, causando situações desagradáveis. Portanto, é imprescindível procurar um dentista especialista para uma avaliação profissional e determinação de tratamentos para preservar a sua saúde bucal.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Então, leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como periodontista e implantodontista em Barbacena!

Dr. Sérgio Caetano

Dr. Sérgio Caetano

O que deseja encontrar?

Compartilhe