Dermatite perioral

Dermatite Perioral: Causas, Sintomas, Tratamento

A dermatite perioral é um distúrbio da pele que traz bastante incômodo, principalmente estético. Isso porque o rosto do paciente é acometido por diversas pápulas pequenas e inflamatórias, afetando a região da boca, do nariz e dos olhos.

Você já ouviu falar nela? Sabe como se caracteriza? Neste artigo, explicarei tudo sobre essa condição, desde suas causas e sintomas até as alternativas de tratamento. Então, se tem interesse, continue a leitura.

Entenda o que é a dermatite perioral

Trata-se de uma doença que surge na região da face, especialmente nas áreas ao redor da boca e nariz, mas que pode evoluir e se desenvolver na região dos olhos, passando a ser chamada de dermatite periocular. 

Ainda, essa condição é mais comum em mulheres com idade entre 15 e 45 anos. No entanto, pode afetar pessoas de qualquer idade e de ambos os gêneros. Raramente, pode causar lesões na região genital.

Apesar do nome fazer referência a uma dermatite, a doença provoca sintomas semelhantes a erupções causadas pela acne ou pela rosácea. Eventualmente pode apresentar características comuns a uma dermatite eczematosa.

Como é causada?

Assim como ocorre com muitas doenças de pele, os mecanismos envolvidos no desenvolvimento da dermatite perioral não são conhecidos. No entanto, existem fatores que, de alguma forma, contribuem para o seu aparecimento. São eles:

  • disfunções da barreira epidérmica;
  • alterações da microflora cutânea e do sistema imune da pele;
  • diagnóstico de doenças ou distúrbios que comprometam as vias aéreas superiores ou causem má oclusão oral;
  • uso indevido e indiscriminado de corticosteróides tópicos ou inalatórios;
  • utilização de cremes cosméticos, de maquiagem, de filtros solares, de pastas de dentes fluoradas; 
  • falta de higiene;
  • mudanças hormonais relacionadas ao uso de contraceptivos orais ou gravidez;
  • infecção por candida albicans.

Quais são os sintomas mais comuns?

De modo geral, a dermatite periorificial se caracteriza pela presença de inúmeras pápulas com cerca de 1 a 2 mm de tamanho, com coloração avermelhada e, na maioria dos casos, surgem de forma agrupada.

Além disso, podem vir acompanhadas de pequenas vesículas (bolhas com líquido no interior) ou papulopústulas (pápulas com pus no interior). Com menor frequência, o paciente também apresenta eczema com vermelhidão e inflamação ao redor das lesões.

Quem sofre com essa condição costuma relatar sensação de queimação e dor leve nas áreas afetadas. Em alguns casos, há irritação da pele, sensação de ardência, descamação e pele seca.

Existe tratamento?

O tratamento da dermatite perioral envolve duas principais frentes: combate às causas da doença e controle dos sintomas. O mais comum é que a doença responda bem ao tratamento e, em algumas semanas, o paciente já apresenta sinais de melhora.

O primeiro passo é alterar alguns comportamentos do dia-a-dia. Por exemplo, recomenda-se suspender o uso de cremes com corticosteróides, mas com cuidado e gradualmente para que não haja um efeito rebote com piora do quadro. 

Ainda, o médico poderá prescrever imunomoduladores tópicos para substituir o corticoide. Outra atitude fundamental é não utilizar sabonetes agressivos e cosméticos até a descamação e a fase aguda cederem.  

Para aliviar o desconforto, recomenda-se a aplicação de compressas frias com chá de camomila gelado, água boricada ou água termal. Além disso, ao analisar o caso, o profissional irá indicar alguns tratamentos tópicos ou, em casos severos, medicamentos orais.

Enfim, a dermatite perioral é uma condição grave e que impacta profundamente na qualidade de vida e na autoestima do paciente. Por isso, é importante ficar atento e buscar o tratamento o mais breve possível.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como periodontista e implantodontista em Barbacena!

Dr. Sérgio Caetano

Dr. Sérgio Caetano

O que deseja encontrar?

Compartilhe