clareamento dental

Dentes brancos: 6 mitos e verdades

dentes brancosTer dentes brancos deixou de ser algo reservado exclusivamente aos famosos. Foi por acompanhar a indústria da beleza  que o branqueamento ou clareamento dental se tornou uma verdadeira febre entre as celebridades. Com a divulgação  da mídia, toda pessoa deseja ter dentes reluzentes. Diagnosticando-se corretamente o caso e tomando-se alguns  cuidados especiais, os resultados costumam, de fato, ser bastante satisfatórios e duradouros.

Realizado por meio de diversas técnicas, o clareamento dental é hoje um dos procedimentos estéticos mais procurados  em consultórios odontológicos do Brasil e do mundo. Nesse sentido, justamente por sua popularidade, diversos mitos foram criados a seu respeito.

Neste artigo, descubra de uma vez por todas o que realmente é verdade e o que é mito sobre o clareamento dental.

1- O clareamento dental deixa o dente mais sensível

Verdade. Contudo, na imensa maioria das vezes, trata-se de uma sensibilidade bem tolerada. Bochechos diários com flúor ajudam a impedir  que o incômodo se prolongue. Aliás, alguns produtos mais recentes têm apresentado excelentes resultados neste quesito. Obviamente que  possíveis exposições radiculares devem ser protegidas dos géis clareadores por serem mais vulneráveis. 

2- Fumantes não podem realizar o procedimento

Mito. As substâncias presentes no cigarro tendem a deixar os dentes amarelados, razão que leva muitos tabagistas a procurarem o  procedimento. O que pode acontecer é os dentes brancos retomarem o aspecto amarelado pouco tempo após o clareamento dental, mas não  existe nenhuma contraindicação.

3- O laser é o tratamento mais eficaz para obter dentes brancos

Mito. Essa crença se deve ao fato de o laser clarear os dentes mais rapidamente. Quando aplicado isoladamente, entretanto, não costuma  apresentar resultados tão surpreendentes. O ideal é que o profissional combine o laser com o tratamento de moldeiras personalizadas. Só  assim consegue-se uma maior durabilidade do tratamento, bem como estabilidade da cor alcançada. 

4- Kits de clareamento causam problemas na boca

Mito. Os produtos utilizados para clareamento dental no consultório não devem entrar em contato com a mucosa, pois podem machucá-la  levemente. Entretanto, desde que o dentista utilize o isolamento adequado, essa possibilidade torna-se remota. Caso escorra para a gengiva,  ela irá adquirir aspecto esbranquiçado e, nos lábios, pode, eventualmente, levar a formação de pequeno edema. Em poucas horas tudo volta ao normal. Por outro lado, o kit conta com material extra para neutralizar este tipo de efeito se houver necessidade.

5- Alimentos com corantes devem ser evitados

Verdade. Durante o tratamento, alimentos com alta concentração de corante natural ou artificial como: suco de beterraba, café e vinho,  devem ser evitados. Ademais, os cuidados devem se estender, pelo menos, até uma semana após concluído o clareamento dental

6- Toda pessoa pode realizar o clareamento dental

Mito. Tendo em vista que o aspecto invasivo é praticamente nulo neste tipo de procedimento, poucas contraindicações são descritas. As  principais, afinal, seriam para: gestantes; adolescentes menores de 15 anos; pacientes portadores de gengivite ou periodontite; além daqueles que  estejam se submetendo a tratamento para câncer. O ideal é sempre conversar com um dentista para se informar antes de tomar qualquer  decisão.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, de tal forma que ficarei muito feliz em responder  aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como periodontista e implantodontista em  Barbacena!

 

 

 

Dr. Sérgio Caetano

Dr. Sérgio Caetano

O que deseja encontrar?

Compartilhe