clareamento dental

Perguntas frequentes sobre clareamento dental

O clareamento dental é um dos procedimentos mais populares nos consultórios do mundo. Afinal, quem não gosta da ideia de ostentar dentes bonitos? A temática, no entanto, ainda suscita algumas dúvidas. Para mais esclarecimentos, este texto apresenta uma lista com as perguntas mais frequentes acerca do procedimento. Confira em seguida.

Como funciona o clareamento dental?

Para promover degradação nos pigmentos existentes na superfície dentária, é necessário utilizar um agente clareador, que normalmente é feito com peróxido de hidrogênio. Os tipos de tratamento mais comuns são o clareamento em consultório, que é feito com agentes clareadores mais agressivos, e o clareamento caseiro, que utiliza uma moldeira feita sob medida e géis clareadores mais brandos.

Quais são as indicações?

Pessoas insatisfeitas com a coloração dos seus dentes, seja devido a hábitos passados, como o excesso de café ou o tabagismo, pela idade ou por problemas de saúde distintos. O procedimento de clareamento dental não pode ser feito por pacientes oncológicos ou pessoas que passaram recentemente por sessões de quimioterapia e radioterapia. Da mesma forma, gestantes, lactantes, crianças pequenas, alérgicos às substâncias utilizadas pelo dentista, fumantes que não pretendem largar o vício e indivíduos com doenças periodontais não devem ser submetidos ao tratamento.

O procedimento dói?

O clareamento em consultório costuma gerar um pouco de desconforto, mas normalmente é bem tolerado. Os dentes, após o procedimento, podem ficar bastante sensíveis. Nesses casos, o dentista pode sugerir um medicamento leve para dor. O clareamento caseiro também pode deixar os dentes sensíveis. O incômodo, para algumas pessoas, é devido ao uso da moldeira. Não é possível, entretanto, falar sobre parâmetros absolutos de dor. Algumas pessoas sentem mais, outras nem sentem.

Os dentes poderão se quebrar com mais facilidade?

Não há nenhum estudo que indique que o clareamento dental, independentemente do tipo, promova enfraquecimento nos dentes. Os dentes ficam mais frágeis com problemas específicos, como por exemplo, doenças periodontais, traumas, e excesso de restaurações.

Posso usar produtos de farmácia ou abrasivos para clarear meus dentes?

Essa prática não é recomendada, uma vez que nem todos os produtos à venda são adequados para o objetivo do consumidor, tampouco saudáveis para a sua dentição. Usar bicarbonato de sódio ou carvão vegetal para clarear os dentes também não é um procedimento aconselhável. Embora seja possível perceber modificações na cor dos dentes, os resultados são temporários e há desgaste nas estruturas existentes.

Posso clarear minhas próteses?

Não, os produtos clareadores utilizados pelos especialistas fazem efeito apenas em dentes naturais. Na verdade, depois do processo de clareamento, é bem possível que o indivíduo precise trocar as suas restaurações ou próteses, uma vez que elas ficarão destoantes do resto da dentição.

Existe algum cuidado que deve ser tomado após o tratamento?

Sim. O indivíduo não deve abrir mão da higienização bucal. Para manter o sorriso desejado, é necessário fazer a escovação três vezes por dia e sempre usar fio dental. Além disso, não se deve fumar e é necessário diminuir a ingestão de café, açúcar e bebidas ou alimentos que causam manchas, como é o caso do vinho tinto e alguns condimentos com muitos corantes. Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como periodontista e implantodontista em Barbacena!
Dr. Sérgio Caetano

Dr. Sérgio Caetano

O que deseja encontrar?

Compartilhe