Cárie de mamadeira

Cárie de mamadeira: causas, prevenção e tratamento

A cárie de mamadeira, também conhecida como cárie precoce da infância, é o nome atribuído a um problema que afeta bebês em fase de aleitamento. 

Ela ataca até mesmo os dentes de leite, conhecidos também como dentes decíduos ou primários, que possuem função fundamental para a mastigação da criança e servem como uma espécie de guia para quando os dentes permanentes começarem a surgir.

A cárie precoce da infância também está relacionada à ingestão de alimentos com alto teor de açúcar, principalmente durante a noite. Essa condição é um dos problemas dentários mais comuns em todo o mundo e pode afetar pessoas de todas as idade. Infelizmente, os bebês não estão livre disso, mesmo que não tenham uma dieta tão variada quanto à dieta dos adultos. 

Como se dá a cárie de mamadeira?

Mais conhecida como cárie de mamadeira, a cárie precoce da infância se refere à degeneração dos dentes, devido às bactérias nocivas que se acumulam na região bucal.

Nos adultos a cárie aparece devido a falta ou má higienização da cavidade oral. Já a cárie infantil é ocasionada pela ingestão de líquidos com alto teor de açúcar, seja de forma natural, como no caso do leite, sucos de fruta ou até mesmo artificialmente.

Vale ressaltar que esse problema ocorre com mais frequência em crianças que dormem com a chupeta ou a mamadeira molhada com alguma solução açucarada, como mel ou produtos similares. Quando os açúcares entram em contato com os dentes ou gengivas do bebê, as bactérias começam a agir. 

Elas geram ácidos e outras substâncias que destroem de forma progressiva o esmalte dos dentes, deteriorando sua superfície e abrindo passagem para áreas interiores. À noite, os riscos se potencializam devido a diminuição na produção da saliva, que contém substâncias responsáveis pela oxigenação bucal e pela anulação de açúcares e agentes nocivos.

Como prevenir a cárie de mamadeira?

Primeiramente, vale ressaltar, a importância das consultas regulares com um odontopediatra. Ademais, é aconselhável fazer um planejamento para investir em um plano odontológico, pois o acompanhamento durante essa fase necessita ser frequente.

Além da prevenção de eventuais problemas futuros e diagnósticos mais breve, as consultas regulares ajudam na ambientação das crianças com o consultório. Isso impede experiências impactantes de forma negativa e favorece a realização de procedimentos.

Veja, abaixo, importantes medidas para a prevenção desse problema:

  • Usar uma gaze como auxílio para limpar as gengivas do bebê após as mamadas;
  • A partir do surgimento do primeiro dente, escovar os dentes da criança, sempre com produtos indicados para a idade;
  • Assim que os dentes surgirem, use o fio dental, conforme orientação do dentista;
  • Evite oferecer para a acriança produtos que contenham muito açúcar, como refrigerantes;
  • Não permita que o bebê durma com mamadeira contendo líquidos açucarados, mesmo naturais;
  • Evite passar produtos adocicados na chupeta do bebê;
  • Reduza o açúcar na dieta da criança;
  • Incentive a criança assim que ela completar 1 ano de idade, a usar copos;
  • Sempre fornecer uma alimentação equilibrada e saudável para o bebê.

Como é feito o tratamento?

O tratamento para esse tipo de problema dependerá de muitos fatores, como a idade da criança, o estágio em que as cáries se encontram, além do estado de saúde da criança como um todo.

Em fases iniciais e mais leves, a simples aplicação de flúor, pode reverter a situação e devolver a plenitude dos dentes acometidos pela cárie. Em casos mais brandos também podem ser feitas restaurações. Já em casos mais agudos, o tratamento é semelhante ao feito em adultos, como canal ou até mesmo a extração dos dentes afetados.

Para evitar a perda dentária prematura da criança, devido a cárie de mamadeira, é fundamental buscar ajuda odontológica assim que os primeiros sintomas se apresentarem.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como periodontista e implantodontista em Barbacena!

Dr. Sérgio Caetano

Dr. Sérgio Caetano

O que deseja encontrar?

Compartilhe