câncer de boca

Câncer de boca: conheça os sinais

O câncer de boca é um dos tumores mais comuns no Brasil. Além disso, acomete, na maioria das vezes fumantes, sobretudo do sexo masculino.

Por conta da localização delicada, se não for tratado logo pode evoluir atingindo os gânglios do pescoço. E a partir desse ponto se espalha com grande agressividade por toda área. Geralmente, a condição se manifesta de forma mais severa entre pessoas acima de 50 anos. 

Sem contar que surge de forma silenciosa como uma espécie de ferida indolor que não sara. Por isso, quase sempre é detectada pelo dentista.

Assim, se você notou algo anormal na região, siga com a leitura. Reconheça os sinais desse quadro a seguir.

Câncer de boca: lesão primária

Conforme explicado acima, o primeiro sinal é uma lesão pequena sem reversão. Nem sempre a pessoa sente dor no local, ainda mais se for fumante. Mesmo porque de uma forma geral esse grupo tem a percepção alterada. 

Nessas condições é interessante ter especial atenção à área. Tanto que há, inclusive, um autoexame bucal útil nesses casos. 

Aspecto característico da ferida do câncer de boca

Na maioria das vezes a lesão é confundida com uma afta. Porém, o tumor se distingue, facilmente, pelo relevo proeminente. Bem como adquire aspecto duro, isto é, semelhante a uma pedrinha.

Ou ainda assume aparência de um machucado profundo e ulcerado todavia saliente. Além disso, a ferida costuma se estender por mais de duas semanas.

Manchas evidentes

Outros sintomas comuns no início são sinais com coloração avermelhada ou esbranquiçada sobretudo encontrados nos seguintes locais:

  • língua;
  • gengiva;
  • céu da boca;
  • bochecha.

Ademais aparece com maior frequência abaixo da língua, e ainda no assoalho dentário.

Disfagia

Se não houver tratamento rápido a lesão progride e interfere na nutrição. Ainda mais porque cresce, de forma desproporcional, com isso logo a pessoa tem dificuldades ao engolir. 

Além disso, pode sofrer engasgos e ainda tem a sensação de “algo entalado” na garganta. Com efeito, torna-se, especialmente, perigosa para idosos.

Mau hálito

À medida que a lesão avança tende a necrosar, em decorrência desse evento, se dá uma série de reações químicas no local. O que também logo desencadeia o odor característico.   

Dificuldade ao abrir a boca

Nesse estágio tudo só piora ainda mais porque a pessoa enfrenta, de fato, problemas ao abrir a boca um fenômeno conhecido como trismo.

Caroços no pescoço

O inchaço e nódulos na região do pescoço são indícios de que a doença está, completamente, fora de controle. Assim, se não for feito um controle imediato há grande risco do tumor tomar a área adjacente ou mesmo atingir tecidos mais distantes.

Sangramento

Naturalmente, como a região encontra-se comprometida devido ao avanço da doença, é possível notar o surgimento de hemorragias com certa frequência.

Rouquidão persistente

Em decorrência desses eventos o paciente ainda manifesta rouquidão frequente tanto que a comunicação se torna, de fato, um problema. Não por acaso, já que a doença segue implacável.

Prevenção do câncer de boca

Basicamente, a melhor maneira de evitar o transtorno se dá por meio do abandono do tabaco e álcool. Além da adoção de hábitos saudáveis recomendáveis em prol da saúde bucal. 

É evidente que a assiduidade do check up odontológico permite um diagnóstico precoce. Sempre que o tumor se confirma exige tratamento multidisciplinar. Nessas circunstâncias observa-se a necessidade do médico da cabeça e do pescoço.

Decerto outros especialistas se envolvem na questão. Sobretudo, para evitar metástase e ainda sequelas permanentes.

Tratamento do câncer de boca

O primeiro recurso de praxe nos quadros iniciais é a cirurgia de extração completa do tumor. Alguns casos bem específicos exigem ainda a aplicação de radioterapia simultânea. À medida que o câncer progride, considera-se a quimioterapia.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como periodontista e implantodontista em Barbacena!

Dr. Sérgio Caetano

Dr. Sérgio Caetano

O que deseja encontrar?

Compartilhe