gengivite

5 sinais de gengivite

A gengivite nada mais é do que inflamação causada pela placa bacteriana, ou melhor, biofilme. Essa camada, bem fina, adere com consistência na dentição, sobretudo, na interseção entre os dentes e a gengiva.

Além dessa condição nota-se com frequência sangramento. Naturalmente, esse quadro merece a devida atenção, ainda mais porque, pode evoluir para doenças periodontais. 

Diante disso, é essencial reconhecer os sinais clássicos da doença. 

Sinais de gengivite

Conheça cinco sintomas mais comuns que podem indicar a presença da gengivite.

1.0 Inchaço e gengivite

O inchaço é um dos indícios dessa condição. Ainda mais preocupante se essa sensação se dá sem nenhum motivo aparente. Fique de olho enquanto:

  • escova os dentes entre as refeições;
  • use creme dental fluoretado;
  • e,principalmente, manipule o fio dental de forma correta.

Se todas recomendações forem seguidas à risca ou se você faz parte do grupo de risco redobre cuidados na escovação.

2. Coloração alterada 

Por falar em escovação a cor vermelha é bastante comum na gengivite. Muitas vezes esse fato se dá em decorrência do uso errado de fio dental. 

Boas práticas de manuseio 

Para não ter dúvidas sobre isso siga o passo a passo do manejo desse acessório:

  1. em regra  esse fio deve ter, no máximo, 30 centímetros;
  2. enrole entre o dedo médio e polegar;
  3. evite reaproveitar essa mesma linha em outra região;
  4. pressione o fio com o polegar;  
  5. siga movimentos de cima para baixo com delicadeza;
  6. assim que terminar tudo a enxágue.

Sem exagero

Evite cutucar certas áreas e confira se há alguma mancha de sangue nos fios. Se houver alguma dúvida cheque a gengiva no espelho. 

Motivo de alerta para gengivite

Atenção: não é normal ter feridas, mesmo que pequenas, nessa área. Assim como hemorragias frequentes são sinais de que há falhas na higienização.

3.0 Incômodo ao mastigar

Quando a questão impede de se alimentar significa que a doença evoluiu. Assim, se notar qualquer desconforto ao mastigar ou dores persistentes isso, de fato, isso exige uma visita ao dentista. 

Nesse caso específico a pessoa tende a sentir uma leve pulsão ao digerir certos alimentos. Claro que a intensidade varia conforme a pessoa, mas de qualquer forma sempre mencione isso no check up.

Embora não seja comum, alguns pacientes ainda se queixam de ardência. Como se alguns alimentos, em especial, fossem ácidos. O que não deixa de ser mais um detalhe notável associado ao quadro.

4.0 Retração gengival

Além disso, o deslocamento da margem gengival em sentido à raiz da dentição deixa essa região mais exposta

Assim, a impressão que fica é que os dentes estão mais longos que o normal.O que além de tornar a gengiva sensível interfere na autoestima da pessoa. Ainda mais porque o fenômeno se destaca com o tempo.

Importante ressaltar que nessa fase pode haver consequências graves para a dentição. Isso porque a gengiva está facilmente suscetível a uma cárie radicular. Sobretudo, por ser um tipo de cárie oportunista que aproveita da deficiência do esmalte protetor da dentina para proliferar.

Em decorrência desse processo, se nada for feito logo  pode haver grande perda dentária.

5.0 Mau hálito

Vale lembrar que a gengivite é uma infecção. Por isso pode haver irrupção de fluido com pus e odor desagradável em feridas abertas locais. 

Também em decorrência  desse evento a pessoa costuma ter sensação de algo ruim na boca. Ou mesmo exalar hálito desagradável. Por conta da reação química adversa ainda nota-se percepção alterada de sabores. E, não raro, falta de apetite

De fato essa ocorrência interfere bastante no convívio social. Com o tempo e permanência tende a afastar outras pessoas ao redor. Para piorar, nem sempre o doente tem noção sobre isso.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto.

Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como periodontista e implantodontista em Barbacena!

Dr. Sérgio Caetano

Dr. Sérgio Caetano

O que deseja encontrar?

Compartilhe