5 fatores de risco para o surgimento da doença periodontal

Segundo o livro Guinness de Recordes Mundiais, a doença periodontal é a doença mais comum do mundo. No Brasil, estima-se que 99% das pessoas têm algum tipo de doença periodontal. 

Você sabe como a doença periodontal é causada? Conhece os fatores de risco relacionados a ela? Então, recomendamos a leitura deste texto. Nele, explicaremos os principais pontos que você precisa saber a respeito.

O que é a doença periodontal?

A principal característica da doença periodontal é que ela não atinge especificamente o dente. Esse problema afeta os tecidos que estão ao redor dele e que garantem a sua sustentação e proteção, ou seja, o periodonto, composto pela gengiva, ligamento periodontal e o osso alveolar.

É importante obter tratamento para impedir que a periodontite piore. O primeiro passo é visitar o seu médico dentista, que pode identificar a doença periodontal e aconselhá-lo sobre qual a melhor forma de a tratar.

Fatores de risco para o surgimento da doença periodontal

1. Diabetes 

A diabetes é uma doença caracterizada pelo aumento anormal de glicose no sangue, provocada pela falta relativa ou absoluta de insulina, resultando em um defeito na utilização de carboidratos e alterações no metabolismo dos lipídios e proteínas. 

Os riscos periodontais em pacientes diabéticos, estão ligados ao espessamento dos vasos sanguíneos no periodonto que dificulta o transporte de oxigênio e nutrientes aos tecidos, gerando um desequilíbrio fisiológico e comprometendo o metabolismo de defesa do periodonto. 

2. Gravidez

No período de gestação ocorrem diversas modificações ao nível biológico, imunológico e hemodinâmico no corpo da mulher. As alterações maternas, visam a proteção e o desenvolvimento fetal, deixando a gestante mais desprotegida a possíveis infecções sistêmicas. 

Algumas dessas alterações de nível hormonal, podem aumentar as chances de diversas infecções, uma delas é a periodontite. Que nesse caso, representa uma potencial fonte de microrganismos, que ao entrarem na circulação sanguínea direta ou indiretamente, influenciam a saúde materno-fetal. 

A saúde materna é considerada um fator maior na determinação de possíveis complicações que podem ocorrer na gestação. As complicações decorrentes de gestantes portadoras de doença periodontal, podem incluir o parto prematuro.

3. Respiração Bucal

A respiração bucal pode causar boca seca, mau hálito e aumentar a incidência de cáries dentárias e inflamações. A saliva ajuda a neutralizar os ácidos e a enxaguar as bactérias da boca. Com a baixa do fluxo salivar os riscos de cáries e doenças periodontais como a gengivite e periodontite aumentam. 

4. Tabagismo

O cigarro é um fator de risco conhecido para várias doenças, inclusive para a doença periodontal. O efeito do fumo prejudica a condição de saúde gengival. Causa a perda de tecido periodontal, perda óssea e severidade da periodontite. A prevalência de periodontite em fumantes é muito maior do que em não-fumantes. 

5. Nível de Higiene Bucal

A placa bacteriana é o principal fator causador da doença periodontal e o nível de qualidade da higiene bucal está diretamente associado a isto. Quanto piores forem os hábitos e a frequência de higiene oral de uma pessoa, mais severa tenderá a ser a manifestação da doença periodontal. 

Então, se você queria saber mais sobre os fatores de risco relacionados à doença periodontal, com a leitura deste post, encontrou as informações que precisava. Caso perceba qualquer anormalidade, procure imediatamente o seu dentista.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como periodontista e implantodontista em Barbacena!

Dr. Sérgio Caetano

Dr. Sérgio Caetano

O que deseja encontrar?

Compartilhe