implante dentário

5 cuidados importantes após o implante dentário

O uso do implante dentário exige uma série de adaptações na vida do paciente. Independente da prótese ser única ou não a pessoa deve estar ciente que a higiene permanece importante após o procedimento cirúrgico. 

Bem como deve ter especial atenção a dieta e, principalmente, evitar certos alimentos e bebidas nessa fase. Tudo isso, de fato, interfere na acomodação e resistência do acessório. 

Se você tem alguma dúvida a esse respeito, leia este artigo especial, que preparei com as principais referências sobre esse tema. Confira a seguir.

Preparo para o implante dentário 

Existem diversos tipos de acessórios com funções especificas para resolução de uma infinidade de problemas. Em função disso em muitos casos exige-se uma microcirurgia logo que se observa essa necessidade o implantodontista adverte sobre a importância:

  • da região estar completamente saudável, por isso, se houver qualquer indício de cárie ou gengivite devem ser tratadas antes da intervenção;
  • naturalmente o paciente será submetido a radiografia e tomografia computadorizada para visualizar se o tecido tem espessura e condições suficientes para suportar o dispositivo;
  • assim como o encaminha o paciente para a realização do hemograma completo e, se for caso, também risco cirúrgico.

Esse é o protocolo para esse procedimento. Em caso positivo segue-se com a intervenção que, normalmente, não passa de duas horas. Ainda assim pode ser preciso mais de uma sessão para concluir a aplicação e, claro, retorno à clínica odontológica. 

Dito isso, saiba quais cuidados são imprescindíveis para a recuperação efetiva nos próximos tópicos.

1. Repouso necessário

A cooperação é fundamental para a cicatrização da área, para garantir isso é recomendável repouso nas 72 horas seguintes a cirurgia. O que reduz a possibilidade de hemorragia e inchaço entre outros transtornos comuns nesse estágio.

O especialista ainda pode indicar algum medicamento preventivo contra infecções e anti-inflamatório. Bem como uso de compressas de gelo para alívio local. 

De qualquer forma o paciente se sentirá mais à vontade se:

  • ao recostar a cabeça em um travesseiro ou almofada em posição reclinada e alta. O que também evita a chance de abaixar o pescoço/cabeça desnecessariamente;
  • assim como evitar deitar-se sobre região na hora de dormir.

2. Dieta específica para o implante dentário

Nesse período também deve adotar uma dieta específica à base de alimentos pastosos:

  • de preferência macio e mornos;
  • com pouco sal;
  • livre de fibras;
  • sem refrigerantes entre outras bebidas ácidas.

Por conta dessa condição o álcool também não é aconselhável. Mesmo porque tende a  causar reações adversas conforme o caso.

3. Absenteísmo do tabaco

Naturalmente o cigarro se enquadra na mesma categoria das bebidas alcoólicas. Ainda mais porque muitas das substâncias contidas no fumo podem desgastar a pigmentação do implante dentário.

Sem contar o risco de queimadura visto que muitas vezes a região se encontra “adormecida” sob efeito anestésico. 

4. Limpeza do implante dentário

Além disso, quem se submete a esse procedimento deve reforçar a hidratação o que ajuda na recuperação.

Ainda mais porque a água elimina toxinas e é uma opção para higienização basta aplica-la com gaze sobre a área. Assim se o gosto na boca incomodar bocheche o líquido também funciona.

5.  Longe do sol

Nessa fase o paciente ainda deve se manter se expor menos ao sol. Sobretudo, porque é mais elemento que afeta a cicatrização com um todo.

Por último, é essencial retornar ao dentista no prazo prescrito e manter a assiduidade no futuro. Somente dessa forma é possível ter êxito com o implante dentário.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto.

Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como periodontista e implantodontista em Barbacena!

Dr. Sérgio Caetano

Dr. Sérgio Caetano

O que deseja encontrar?

Compartilhe